MG 31 2122-2000 | ES 27 3338-3098

Tratamento do Ar Comprimido

Por:
Blog

Os equipamentos mais modernos que utilizam ar comprimido exigem que este esteja completamente livre de impurezas, seco (isento de água) e, em certas aplicações, até esterilizado. As impurezas contidas no ar atmosférico são normalmente invisíveis a olho nu. Elas podem danificar e reduzir a performance de funcionamento dos equipamentos pneumáticos, podendo até, em certos casos, provocar falhas nos produtos finais do usuário / industria.

Em média, 1 m3 de ar atmosférico contém mais de 180 milhões de partículas, de tamanhos que se distribuem entre 0,01 e 100 μm, e contém de 5 a 40 g/m3 de água.Também, é comum existir material oleoso na base de 0,01 a 0,03 mg/m3 em suspensão na forma de aerossóis e de hidrocarbonetos gasosos. Em certos locais, também são encontrados traços de material pesado, tais como: chumbo, cádmio,mercúrio e ferro.

Quando o ar é comprimido, o volume ocupado pelo ar é reduzido e a concentração dessas impurezas aumenta bruscamente. Por exemplo, na compressão de ar a 10 bar a concentração de impurezas aumenta 11 vezes. Assim, o volume de 1m3 de ar comprimido nesta pressão conterá cerca de 2 bilhões de partículas.

Benefícios obtidos com o tratamento do ar comprimido

■ aumento da vida útil dos equipamentos consumidores de ar comprimido;
■ melhoria na qualidade do produto final;
■ isenção de condensado e sujeiras nas tubulações pneumáticas;
■ redução de problemas mecânicos por mau funcionamento, causado por essas sujeiras;
■ redução de custos com a aquisição de dispositivos de coleta e a eliminação de condensado
das linhas;
■ redução dos tempos mortos, devido à manutenção corretiva;
■ redução de perdas de pressão na distribuição de ar, por eliminar as resistências ao escoamento
do ar;
■ redução do consumo de energia, que é diretamente ligada à perda de pressão.


Compartilhe:

Rua Henrique Diniz 111, Nova Cachoeirinha, BH, MG

MG 31 2122-2000 | ES 27 3338-3098

arc@arcomprimido.com.br

Seg á Sex de 08hrs á 17:45hrs